É muito importante sempre registrar suas produções, assim você evita problemas futuros com os direitos autorais da música e ainda pode receber sua parte distribuída pelo ECAD em diferentes plataformas.


Antes de tudo, precisamos explicar a diferença entre Obra Musical e Fonograma, é importante entender essa diferença para registrar corretamente as músicas:


Obras Musicais são a criação em si, por isso podem ser consideradas intangíveis. Ou seja, a música em si é considerada uma obra musical.

Fonograma é a versão tangível da sua criação, ou seja, a gravação do projeto.


As obras musicais e fonogramas precisam ser registrados de forma separada, isso porque, as obras existem em apenas uma versão e só podem ser registradas uma vez. Já os fonogramas precisam ser registrados sempre que for feita uma nova versão (por exemplo ao vivo, acústico ou em estúdios).


Para registrar as Obras Musicais é necessário ser filiado a uma editora musical. Elas trabalham como uma ponte no ecossistema musical, sendo responsáveis pela distribuição, promoção e administração das obras musicais, garantindo assim seus direitos pelas obras e ganhos com elas.


Já os Fonogramas são registrados através das associações musicais de direitos autorais vinculadas ao ECAD, dessa forma você poderá receber pela execução pública desses fonogramas.


Os passos necessários para registrar suas músicas (obras musicais e fonogramas) podem ser consultados na associação e editora musical às quais você possui filiação, essas instituições poderão te ajudar com as instruções e documentações necessárias para seguir o processo.


Lembre-se de sempre registrar seu trabalho, assim você protege seus direitos e evita problemas futuros! ;)


Caso ainda tenha dúvidas, é só entrar em contato pelos nossos canais de atendimento:

Envie uma mensagem clicando aqui

E-mail: contato@palcomp3.com

Redes Sociais: @palcomp3